E então? Vamos conversar para tornar seu lar mais seguro?

11 dicas valiosas para tornar sua casa mais segura para as crianças

11 dicas valiosas para tornar sua casa mais segura para as crianças
Por: Equipe Segura Redes
1 comentário(s) ApartamentoBlogCrianças

A segurança da criança exige atenção redobrada. Curiosas por natureza, as crianças, principalmente quando já estão engatinhando ou andando, movimentam-se rápido e por impulso. Correm, pulam, sobem e descem, mexem em tudo. Querem descobrir o mundo ao redor e, nessas aventuras cotidianas, podem estar expostas a vários riscos. Esses riscos podem estar dentro da sua casa, no prédio onde mora e, claro em ambientes externos também.

Foto: Fotolia

Veja 11 dicas de cuidados com crianças dentro de casa

1 – Animais de estimação

Quando a criança nasce depois que os animais de estimação já estão crescidos, a família precisa ficar muito mais atenta, para evitar ataques. Por mais adestrados e dóceis que sejam, os animais podem ficar incomodados com a presença da criança. Ao visitar familiares e amigos que possuem pets, redobre a atenção também.

2 – Elevador

Se você mora em apartamento, não permita que as crianças circulem sozinhas pelo prédio. Elevadores e escadas são áreas de risco para elas. Geralmente em prédios e condomínios há um fluxo de pessoas estranhas que circulam nas áreas sociais. Não permita o acesso ao playground e à piscina sem o acompanhamento de um adulto.

3 – Escadas

O acesso à escadas precisa ser bloqueado com grades para evitar quedas. Escolha um modelo com trava de segurança. Se possível, escolha por escadas fechadas ou com tela. Dessa forma, você evita que a criança coloque a cabeça ou tente passar pelas aberturas da grade.

4 – Fogão, forno e micro-ondas

Na cozinha, o risco é grande. Por isso, coloque grades nas portas de acesso à cozinha, para manter as crianças longe do fogão, enquanto a comida é preparada. Forno elétrico e micro-ondas devem ficar em prateleiras, no alto. Crianças gostam de imitar o que os adultos fazem. Não arrisque!

5 – Janelas

As janelas representam um grande risco para quem mora em apartamentos e sobrados. Por isso, devemos colocar as telas de proteção, em janelas e sacadas, instaladas por uma empresa qualificada, para evitar acidentes graves e/ou fatais com as crianças. Para evitar o acesso à sacada, a segurança pode ser reforçada com grades. Perto de janelas não devem ficar sofás, poltronas ou qualquer objeto que sirva para a criança subir.

6 – Piscina e playground

Coloque grades de proteção para impedir o acesso à área da piscina. Se possível ainda, quando a piscina não estiver em uso, cubra-a com rede de proteção. Não deixe as crianças brincando sozinhas no playground, ou mesmo no quintal, sem verificar a existência de equipamentos e objetos que ofereçam risco a elas.

7 – Portas

Quando as crianças já andam sozinhas, é importante colocar molas hidráulicas e travas nas portas, que evitam acidentes. Em acessos para escadas e áreas externas (jardim, quintal, piscina) é necessário colocar grades.

8 – Produtos de limpeza e remédios

Os materiais de limpeza e os medicamentos devem ficar guardados em armários, no alto e fechados, para não despertar a curiosidade das crianças. Da mesma forma, objetos cortantes e perfurantes (facas, tesouras, agulhas), também precisam ficar em gavetas ou armários.

9 – Sufocamento

É preciso tomar muito cuidado com sacolas plásticas; excesso de almofadas, cobertas e mosquiteiro no berço, acessórios de roupas, presilhas e objetos pequenos para evitar sufocamento e asfixia.

10 – Tomadas

Para evitar choques, coloque tampas protetoras nas tomadas e mantenha os fios de aparelhos elétricos isolados do campo visual da criança. Não ensine crianças a manusear aparelhos eletroeletrônicos enquanto ela não tiver idade suficiente para entender riscos.

11 – Pisos e tapetes

Dê preferência a tapetes emborrachados, mais aderentes ao piso, para evitar que a criança escorregue. Na hora da faxina, bloqueie os acessos a pisos molhados ou úmidos para evitar escorregamentos. Também não deixe a criança sozinha no banheiro. O uso do sanitário e a hora do banho precisam ser supervisionados.

Estas são algumas dicas de cuidados com crianças, mas você deve vistoriar a sua residência para eliminar outros riscos. Preste muita atenção à estrutura da creche e/ou escola e demais espaços de uso coletivo. No carro, o uso da cadeira infantil é obrigatório. Verifique também se o carrinho de bebê está em ordem e, ao caminhar com a criança, não solte a mão dela, principalmente em vias públicas.

E você tem mais dicas sobre cuidados com crianças dentro de casa? Compartilhe conosco, deixando seu comentário abaixo!

Um abraço!
Equipe Segura Redes