E então? Vamos conversar para tornar seu lar mais seguro?

Quando planejar um churrasco, nunca esqueça do churrasqueiro

Quando planejar um churrasco, nunca esqueça do churrasqueiro
Por: Equipe Segura Redes
1 comentário(s) BlogEventos

O título desse artigo pode parecer curioso. Mas uma leitura bem disposta do conteúdo, vai mostrar que ele é só um recurso para enfatizar um importante detalhe. Um detalhe que pode escapar a muitos.

Como planejar um bom churrasco sem um bom churrasqueiro?

Você poderia ter proposto aos amigos uma rodada de cerveja com petiscos, uma peixada, uma feijoada ou um rodízio de pizza. Poderia marcar um point na praia e curtir uma tarde de verão sem preocupação. Poderia, ainda, sugerir um almoço com a família.

Mas não, você quer um churrasco. Ora, fazer um churrasco não é comer carne. Isso você faz todos os dias, em casa, no restaurante.

É verdade que não importa qual seja a sua ideia de evento: o mais importante é confraternizar com os amigos. Porém, convenhamos: se você optou por um churrasco, ele tem que ser a estrela da ocasião.

Não esqueça do churrasqueiro

É claro que quando damos ênfase ao churrasqueiro, não estamos, necessariamente, falando em contratar um profissional. Mas alguém que saiba muito bem o que está fazendo. Alguém que saiba o corte das peças, como assar cada tipo de carne, temperar e, se possível, saiba preparar aquele diferencial. Algo surpreendente, que vai fazer com que aquele churrasco não seja igual a nenhum outro.

Se você é convidado para um churrasco e a carne é mal preparada, metade da graça vai embora. A graça é saborear uma carne bem preparada, saborosa e macia. Não tem churrasqueira profissional que dê jeito se o “gaúcho” de plantão não for dos bons. 😉

Mas a carne não é tudo…

Só que tem um detalhe. Por mais que o churrasco seja a estrela da festa, sempre tem alguém que não come carne, ou alguém que não come carne vermelha.

Cai super bem, em qualquer ocasião, alternar o cardápio com uns pratos de frios. Dependendo do número de pessoas, duas opções diferentes já bastam. No mais, é o mix de bebidas que a ocasião propõe de acordo com o estilo dos convidados.

Planejamento

Chegamos a um ponto crítico. Mas com um pouquinho de matemática, fica fácil de resolver.

Vamos trabalhar com 20 convidados. Se o seu número de convidados for diferente, é só aplicar a regrinha de três.

Para cada 20 convidados, considere 2 kg de sal grosso e 20 kg de carvão. Não esqueça do gelo.

Quanto à carne, a dica é pensar em 400 gramas por pessoa, mais 200 gramas de acompanhamentos, que é o que as pessoas consomem em média. No total, dá 8 kg de carne e 4 kg de acompanhamentos.

Para quem quer fazer um churrasco de verdade, picanha não pode faltar. Junto com a alcatra ou a maminha, a costelinha de porco, asa e coxa de frango e a linguiça toscana a picanha compõe o básico de um churrasco. Você até pode parar por aí, mas se quiser incrementar, pode incluir panceta, carne de cordeiro, costela bovina, cupim e coração de frango.

Quanto à bebida, um truque para gelar mais rápido é colocar no balde, cobrir com gelo e colocar uma pequena dose de sal refinado e álcool sobre o gelo.

Por fim…

No mais, é não esquecer de uma boa bancada para acomodar a carne, os pratos, os copos, as bebidas e os talheres, garantir assentos para todos, escolher a música que faz a cabeça da galera e curtir a festa.

E então o que achou do nosso post? Conte nos comentários abaixo.

Um abraço!

Imagens: Fotolia